A pandemia de COVID-19 trouxe vários insights para as empresas, como os pontos fortes e fracos da sua cultura e da tecnologia disponível no local de trabalho. Mas uma lição se destaca das outras: para muitas organizações, não é necessário ter todos os colaboradores trabalhando no escritório para ter sucesso. A pandemia deu origem a um modelo de trabalho híbrido, resultante de todos os obstáculos culturais e tecnológicos que os empregadores e os colaboradores foram forçados a superar durante os confinamentos. 

A maioria dos colaboradores (54%) quer adotar esse modelo. Por sua vez, muitos empregadores não têm tanta certeza. Cerca de 40% dos colaboradores afirmam que sua organização ainda não antecipou nenhum plano para o trabalho pós-pandemia e 28% afirmam que só receberam informações vagas. 

Enquanto isso, conforme relatamos em nosso e-book, Como os líderes de RH podem apoiar os colaboradores que estão voltando para o escritório com modelos de trabalho híbridos, o conceito está ganhando aceitação como uma ótima maneira de atender às preferências dos colaboradores para continuar trabalhando remotamente, mantendo sua segurança e garantindo a prosperidade da empresa.

Para os líderes de RH, o impulso em direção a um modelo de trabalho híbrido apresenta desafios e oportunidades únicos. O Gympass desenvolveu recursos que os líderes de RH podem baixar para dar apoio à mudança para este novo cenário de trabalho. Reunimos aqui alguns dos pontos-chave desses recursos.

 

O modelo de trabalho híbrido não é tudo ou nada

Os modelos de trabalho híbridos vêm em quatro opções. Você precisa determinar qual será a melhor para sua organização: 

  1. Modelo à vontade: os colaboradores escolhem o esquema de trabalho que se adapta melhor a cada dia.
  2. Modelo de divisão da semana: a semana é dividida em dois ou três dias de trabalho em casa e dois ou três dias no escritório. Você pode inclusive escalonar seus departamentos: a equipe A fica no escritório na segunda, quarta e sexta-feira e a equipe B trabalha no escritório na terça e quinta-feira.
  3. Modelo de trabalho em turnos: os colaboradores podem escolher turnos da manhã ou da tarde no escritório.
  4. Modelo semana a semana:  a cada semana, você permite que os colaboradores alternem entre trabalhar no escritório e em casa.

 

À medida que você cria seu plano, concentre-se em três áreas principais.

  1. Segurança dos colaboradores. Cumprimento das diretrizes governamentais mais recentes.
  2. Redução do medo e da confusão. Estabelecimento de canais abertos de comunicação. 
  3. Fazer os colaboradores se sentirem valorizados. Continuar desenvolvendo uma filosofia na qual eles se sintam conectados e tenham um propósito claro.

Para obter mais informações sobre os quatro modelos de trabalho híbridos e as estratégias para se concentrar bem nessas três áreas principais, baixe o artigo Como os líderes de RH podem apoiar os colaboradores que estão voltando para o escritório com modelos de trabalho híbridos

 

Como desenvolver um programa completo de bem-estar que seja acessível para os colaboradores

Muitas vezes, as ferramentas e os programas de bem-estar combinam ferramentas diferentes, o que dificulta a divulgação, o gerenciamento e a avaliação da iniciativa. Uma abordagem copleta para o bem-estar dos colaboradores reduz o estresse e seus impactos na saúde mental e física, aumenta a satisfação no trabalho, reduz as faltas e aumenta a produtividade.

“Quando você cria um programa de bem-estar, demonstra que está investindo no bem-estar de seus colaboradores, tanto dentro quanto fora do local de trabalho”, afirma Nikki Salenetri, vice-presidente de Recursos Humanos do Gympass. “Nossos colaboradores ficaram gratos por ter uma solução de bem-estar que oferece uma maneira para que eles cuidem da saúde mental e física durante a época difícil e estressante da pandemia.”

Preparamos um pequeno guia que inclui detalhes sobre sete dicas práticas para gerenciar com sucesso um programa eficaz de bem-estar para os colaboradores.

 

Prepare-se para o retorno das atividades físicas presenciais

As atividades físicas foram essenciais durante a pandemia, principalmente para ajudar os colaboradores a manter a saúde mental. Na verdade, 42,8% dos trabalhadores norte-americanos dizem que a atividade física foi a coisa mais impactante que fizeram para proteger sua saúde mental no ano passado, de acordo com uma pesquisa com 1.000 colaboradores norte-americanos maiores de 18 anos.

Nossa pesquisa também confirmou que o hábito de praticar exercícios físicos se tornou bastante comum e permanecerá assim e que as pessoas estão dispostas e ansiosas para voltar ao escritório (pelo menos por meio período) e à academia.

  • 89% disseram que manterão ou aumentarão o ritmo de exercícios depois de retornar ao escritório.
  • 64,6% estão ansiosos para voltar à academia.
  • 64,3% estão empolgados com a volta ao escritório (mesmo que trabalhem remotamente na maior parte do tempo).


É aqui que as soluções de bem-estar com várias opções podem ter um impacto significativo, especialmente se incluírem uma combinação sólida de opções virtuais e presenciais de exercícios físicos. As soluções de bem-estar com várias opções oferecem aos colaboradores uma opção “completa”, ao mesmo tempo em que oferecem às equipes de RH um programa eficaz que é fácil de gerenciar sem maiores dores de cabeça administrativas. O Gympass é a única plataforma completa de bem-estar corporativo que oferece apoio integral a todos os colaboradores, onde estiverem e quando quiserem: é a solução ideal para modelos de trabalho híbridos.