Manter os funcionários dentro das empresas tem se mostrado um grande desafio para os executivos e profissionais de RH. Um estudo realizado pela Dale Carnegie Training em 2016 mostrou que 45% dos profissionais entrevistados pretendiam mudar de emprego no próximo ano. Nesse contexto, investir em bem-estar no ambiente de trabalho pode ser o melhor caminho para reter talentos.

A pesquisa foi feita com mais de 3.300 profissionais de 14 países, incluindo o Brasil. Os resultados da análise revelaram que a uma das razões mais comumente apresentadas pelos trabalhadores como motivo para trocar de emprego era a má gestão por parte dos líderes. Isso tornava os funcionários insatisfeitos e desmotivados em seu ambiente de trabalho.

Contudo, essa situação também pode ser vista como uma oportunidade. Com tantas pessoas procurando por uma oferta de trabalho mais convidativa, você pode atrair mais talentos para sua empresa. Para isso, é necessário fazer da sua corporação um local onde as pessoas desejem trabalhar.

Um aspecto muito importante é mostrar que a empresa se importa com a saúde e qualidade de vida dos colaboradores. Assim, usar iniciativas de bem-estar, como os programas de adesão à academia, por exemplo, pode ajudar não apenas a atrair, mas também a reter seus novos funcionários.

Veja como isso é possível:

Atração de talentos: investir em bem-estar funciona?

O relatório Insight Report 2016 da empresa britânica Capita Employee Benefits, mostrou que 44,8% dos trabalhadores ouvidos julgariam um empregador com base nos planos de saúde e bem-estar oferecidos pelos mesmos.

Curiosamente, isso é ainda mais aparente entre os que ganham mais – cerca de metade (48,8%) daqueles que recebem £ 45 mil ou mais por ano. Estes avaliam um empregador ou um empregador em potencial levando em conta seu compromisso com o bem-estar do empregado.

Isso significa que o talento que você procura será influenciado pela imagem da sua empresa como promotora de bem-estar e saúde, tanto quanto pelo salário oferecido. Quando você investe no bem-estar da equipe, algo muda dentro da cultura de uma empresa que, tanto quanto o salário, é um dos aspectos mais importantes para a equipe.

Além disso, entre os colaboradores aumentam os níveis de motivação e satisfação, o que faz a equipe tender a continuar trabalhando para a empresa na qual está – tornando o recrutamento de talentos um exercício muito mais proveitoso.

Retenção de pessoal: a importância dos benefícios

Os benefícios, sobretudo aqueles que contemplam o bem-estar no ambiente de trabalho, podem ser o fator decisivo entre um talento permanecer na sua organização ou partir para um concorrente.

A importância dos benefícios fica evidente na Pesquisa de Confiança de Emprego realizada em 2015 pela Glassdoor. A empresa descobriu que quase 4 em cada 5 (79%) funcionários prefeririam benefícios adicionais a um aumento salarial. Enquanto isso, os empregadores estão cada vez mais atentos ao fato de que benefícios como planos de adesão à academia podem ajudá-los a manter a equipe envolvida.

No Reino Unido, atualmente, 45% das empresas  têm uma estratégia de bem-estar claramente definida, enquanto em 2016, o valor foi inferior a 1/3. Além disso, quase metade das empresas lançaram sua estratégia de bem-estar especificamente para melhorar o engajamento dos funcionários.

Os números falam por si: o bem-estar no ambiente de trabalho já não é algo a se considerar como plano alternativo para o futuro. É uma necessidade para agora – caso você deseje manter seus colaboradores com você.

Investir em bem-estar no ambiente de trabalho realmente vale a pena?

Ainda tem dúvidas de que investir no bem-estar no ambiente de trabalho pode gerar ótimos resultados tanto para sua equipe quanto para seu negócio?

Empresas em que a saúde e o bem-estar do pessoal são tratados como prioridade são enxergadas como visionárias. Essa atitude mostra que a organização valoriza sua equipe, não apenas seus lucros. Afinal, os funcionários são o maior tesouro de uma empresa.

Mais do que nunca, as corporações estão começando a perceber que ser visto como um empregador atencioso ao bem-estar dos colaboradores é fundamental para atrair e reter talentos. Os funcionários esperam nada menos que isso – como sabemos, estão dispostos a procurar por oportunidades que lhes agreguem mais.

O custo médio de recrutamento de um novo funcionário – incluindo divulgação e atração de talentos, filtro, pré-seleção, entrevistas e conclusão do processo – pode chegar a mais de r$2,400,00.

Levando esses custos em conta, é fácil perceber que o investimento em iniciativas bem-estar no ambiente de trabalho, como o benefício de adesão à academias, é muito mais econômico e vantajoso – acarreta em maior produtividade, engajamento e retenção de talentos. Qual preço que você está disposto a pagar?

Saiba mais sobre a importância de investir na saúde e qualidade de vida de seus colaboradores – não apenas para impulsionar seu negócio, como também para colaborar com uma força de trabalho mais feliz e satisfeita.

ebook_desvendando_a_retencao_de_talentos

(Visited 172 times, 1 visits today)

Comments

comments

This post is also available in: América Latina (MX, CL, AR) España France Italia United Kingdom