Os EUA perderam 22 milhões de empregos por causa da pandemia. Uma parte importante desses empregos já voltou, mas as pessoas demoraram mais para voltar. Podemos chamar essa tendência de “A grande desistência” ou de outra coisa, mas uma coisa é certa: as prioridades mudaram. Não é nenhum segredo nem para as empresas nem para os colaboradores que a nova prioridade é a experiência dos colaboradores. A experiência dos colaboradores apareceu como prioridade para 92% dos líderes de RH entrevistados em 2021, e não parece que 2022 será diferente. As organizações devem incorporar o bem-estar à experiência dos colaboradores, não importa de onde as equipes deles se conectem. 

Temos aqui um resumo de como três setores que têm o poder de definir tendências globais no local de trabalho foram impactados pela mudança e como a influência deles será decisiva para a experiência dos colaboradores em 2022. 

  1. Setor financeiro

A forma como o setor financeiro se adapta às mudanças define o ritmo para outros setores. Espera-se que esse setor enorme cresça de US$ 22,5 trilhões em 2021 para US$ 28,5 trilhões até 2025. Quando se trata da experiência dos colaboradores e do bem-estar geral, o setor financeiro enfrenta vários tipos de desafios.

Em um infográfico recente das tendências de RH para 2022 no setor financeiro, 67% dos decisores dizem que considerariam abandonar seus empregos em um ano se os níveis de estresse não baixassem. Quase três em cada quatro (74%) acham que seus empregadores deveriam se esforçar mais para apoiar o bem-estar dos colaboradores. Estima-se que quase 69% dos colaboradores de serviços financeiros estejam trabalhando remotamente e, por isso, os empregadores precisam implementar suas soluções de bem-estar de uma forma mais ágil e inclusiva. 

  1. Indústria farmacêutica

A indústria farmacêutica e o bem-estar andam de mãos dadas e esse setor está atualmente em uma posição forte para demonstrar isso. Esta é uma indústria que está se deslocando para a automação, o que exige que muitos colaboradores adquiram novas habilidades. Além disso, a contratação de mão de obra altamente qualificada cresceu 30% em 2021, em comparação com 2020.

Neste cenário de mudanças, onde o trabalho híbrido e o bem-estar dos colaboradores são considerações essenciais, os melhores candidatos precisarão de um ótimo apoio. Como mostra um infográfico recente do Gympass sobre as tendências de RH na indústria farmacêutica em 2022, uma experiência positiva para os colaboradores ajudará as empresas farmacêuticas a reter os talentos mais procurados. 

  1. Setor de tecnologia

Quando a pandemia começou e todos nós perguntávamos qual seria o próximo capítulo, as empresas de tecnologia tomaram a dianteira com o trabalho remoto. No entanto, 44% dos profissionais de TI relataram que sua saúde mental foi afetada durante a pandemia e 51% foram diagnosticados com alguma condição de saúde mental.

Uma solução de bem-estar com programas digitais e presenciais é uma maneira de ajudar os líderes do setor de tecnologia a resolver o desafio de oferecer programas complexos de bem-estar a uma força de trabalho dispersa – um desafio que ganhou destaque em um infográfico recente do Gympass sobre as tendências de RH para o setor de tecnologia em 2022.

Uma oportunidade de aumentar o bem-estar dos colaboradores 

Não há vacina contra o esgotamento. Para permitir que os colaboradores deem o melhor de si, os líderes de RH se beneficiarão muito ao oferecer opções para que eles possam cuidar de seu bem-estar emocional e físico, não importa onde eles trabalhem. Os resultados falam por si só: 89% dos colaboradores de empresas que têm iniciativas de bem-estar são mais prováveis a recomendar a empresa deles como um bom lugar para trabalhar. 

Em um ambiente de trabalho muito alterado e com necessidades que mudam constantemente, o RH e os líderes têm uma oportunidade real de ser pioneiros.