Você sabia que o Brasil é o 5º país mais sedentário do mundo? Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mostram como é necessário discutir esse tema. Afinal, a inatividade física é um dos problemas mais significativos do século 21, assim como fumar era há 20 anos. Todos os anos, 3,2 milhões de pessoas morrem devido à falta de exercícios físicos. É o quarto principal fator de risco para a mortalidade global. Inclusive, a própria OMS lançou um plano para reduzir o sedentarismo em 15% até 2030.

O Gympass tem a missão de combater o sedentarismo e multiplicar o número de pessoas ativas no mundo. Sendo assim, com o objetivo de promover a discussão e conscientização sobre essa causa, em setembro lançamos o Programa Mundo Ativo. A iniciativa envolve uma série de ações, como palestras e webséries, sempre visando engajar as empresas nesse movimento.  

O evento de lançamento aconteceu no dia 13 de setembro em São Paulo, na nova sede do Gympass. Na ocasião, o médico e escritor Dr. Drauzio Varella marcou presença e falou sobre como uma vida ativa é importante para a saúde física e mental.

A inatividade física está associada a diversas doenças crônicas como hipertensão e diabetes. Elas são muito comuns na velhice, mas Drauzio reforçou que as pessoas devem buscar chegar saudáveis à terceira idade (principalmente levando em conta que, segundo uma publicação do IBGE, a população idosa irá triplicar até 2050), pois isso é possível. “Hoje em dia a população envelhece mais e muito mal. O envelhecimento não é igual ao adoecimento. Dá para envelhecer bem e com saúde”, explicou. O próprio Drauzio é um bom exemplo disso, já que aos 75 anos ele é maratonista e corre todos os dias.

Entretanto, pesquisas mostram que não é preciso promover os benefícios do esporte. Todos nós sabemos que a prática da atividade física faz bem, mas quem nunca teve dificuldade em manter uma rotina de exercícios? Por que isso acontece? Talvez seja porque ainda não achamos algo que seja realmente prazeroso e divertido. Ou por que não encontramos uma alternativa flexível e acessível para nos ajudar a adotar uma vida mais ativa.

As empresas têm um papel fundamental nisso. Afinal, elas têm grande alcance, influência e credibilidade com seus colaboradores, e também podem criar um contexto social no qual boas experiências são divididas. Tudo isso foi abordado durante o painel que aconteceu logo após a palestra do Dr. Drauzio. O bate-papo contou com a participação do Marco Lupi, CEO da Neobpo, do Fred Lopes, diretor de RH do GPA, e do João Pedro Muniz, colaborador da Youse Seguros.

“Como empresa, temos a responsabilidade de divulgar esta cultura”, comentou Marco sobre a importância de promover o bem-estar dentro e fora do ambiente de trabalho. Fred também compartilhou um pouco como o GPA buscou incentivar a prática da atividade física de forma democrática entre seus mais de 100 mil colaboradores, agindo de maneira preventiva para proporcionar mais qualidade de vida e reduzindo custos de maneira estratégica. “Se a pessoa sair conscientizada de que cuidar da saúde dela é importante, a gente cumpriu nosso papel”, concluiu Fred. Dr. Drauzio também reforçou: “Eu acredito firmemente nas intervenções preventivas”.

O caso do João é a prova de que as organizações podem transformar as vidas de seus funcionários. Por conta do sobrepeso, ele se sentia intimidado e envergonhado para frequentar academias convencionais. Isso o impedia de adotar uma rotina mais ativa. Porém, quando a Youse Seguros implementou o Gympass, ele conseguiu encontrar um caminho para deixar de lado o sedentarismo. Ele foi atrás de uma atividade que realmente gostasse de praticar e encontrou na dança uma forma de virar o jogo.   

Se você quer saber mais sobre a história do João e de outros colaboradores que conseguiram mudar suas vidas depois de abandonarem a inatividade física, fique de olho na nossa página no LinkedIn! Em outubro, iremos lançar uma websérie especial com muitos relatos inspiradores como esse.

Websérie :: Gympass e Drauzio Varella

(Visited 199 times, 2 visits today)

Comments

comments