Você sabia que conforto e o bem-estar são determinantes para incrementar a produtividade dos colaboradores? Pois uma forma de garantir um ambiente agradável e propício ao alto desempenho é investir em ergonomia no trabalho.

Mas você sabe o que é a ergonomia no trabalho? Tem ideia do que ela pode fazer para tornar sua empresa mais produtiva? Não!? Então, continue lendo para ficar por dentro do assunto!

O que é ergonomia no trabalho?

ergonomia no trabalho é conhecida como o estudo da relação entre o homem e o seu ambiente de trabalho. Por meio da ergonomia, especialistas avaliam os riscos presentes na atividade laboral e determinam as condições ideais para a realização daquela atividade. Quando necessário, são efetuadas adequações no ambiente de trabalho para minimizar os riscos à saúde física, mental e emocional dos trabalhadores.

Para isso, é preciso conhecer o perfil dos colaboradores e o tipo da atividade exercida.

No Brasil, a ergonomia é regulamentada: NR-17

Segundo informações da Previdência Social90% dos afastamentos de colaboradores em empresas brasileiras são causadas por doenças osteomoleculares ou sofrimento mental. Isso gera um alto custo tanto para a previdência quanto para o setor produtivo.

No Brasil, já existe uma regulamentação do Ministério do Trabalho e Emprego tratando da ergonomia. A NR-17 estabelece parâmetros para a adaptação das condições de trabalho às características físicas e psicológicas dos trabalhadores, visando garantir maior segurança, conforto e eficiência nas atividades exercidas.

De acordo com a NR-17, todo o empregador deve realizar uma Análise Ergonômica do Trabalho junto aos seus colaboradores. Esta avaliação deve levar em consideração uma série de informações sobre a atividade laboral, como o levantamento de peso, a descarga de materiais e a adequação do mobiliário e do equipamento às condições de trabalho.

Os benefícios da ergonomia no trabalho

Além de ser reconhecida como um fator determinante para o aumento da produtividade laboral, a ergonomia gera outros benefícios para os colaboradores e para a empresa.

Segundo o pesquisador francês Henri Savall, quando uma empresa investe em ergonomia no trabalho, ela garante uma série de vantagens, como a redução de até 3% no absenteísmo e a diminuição do desperdício de matérias primas em até 25%.

Confira outros benefícios da ergonomia no trabalho:

Redução dos afastamentos e ausências

Ao zelar pela saúde e pelo bem estar dos colaboradores, o número de afastamentos por questões médicas ou por acidentes de trabalho diminui, o que eleva a produtividade de toda a empresa;

Diminuição de desperdício

A melhoria no bem estar e o ambiente mais confortável mantêm os funcionários mais motivados e mais atentos às suas atividades. Isso diminui sensivelmente as falhas e a perda de matérias primas utilizadas no processo produtivo.

Mais qualidade de vida

Quando uma empresa se preocupa com a ergonomia no trabalho ela está buscando aumentar a produtividade e a qualidade de vida dos seus colaboradores.

Um ambiente de trabalho favorável garante uma melhora geral na saúde e qualidade de vida do trabalhador, além de menos estresse e  doenças ocupacionais.

Profissionais valorizados

A ergonomia no trabalho reflete também no despertar de um sentimento de valorização entre os colaboradores, isto é, profissionais mais motivados e dispostos a permanecer na empresa.

Sedentarismo e ergonomia no trabalho

O uso cada vez mais frequente de novas tecnologias faz com que os colaboradores gastem menos tempo, porém tenham uma vida mais sedentária.

Trabalhar longas horas na mesma posição e não praticar o tempo mínimo de atividade física recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) configuram um comportamento que pode ser chamado de sedentarismo no trabalho.

Quando esta situação se repete por um período mais longo, há um sério risco de desenvolver problemas de saúde como hipertensão, estresse, dores musculares ou diabetes.

Neste contexto, a ergonomia tem o objetivo de reduzir os efeitos negativos que ocupações sedentárias podem causar.

Para evitar que o sedentarismo comprometa a saúde e a produtividade dos colaboradores, a empresa deve estimular comportamentos saudáveis, como promover a alimentação saudável e incentivar à pratica de exercícios físicos, o que pode ser feito por meio de um benefício corporativo de atividade física.

Ergonomia e qualidade de vida promovem uma maior produtividade

Além de assegurar um ambiente mais confortável para que o colaborador produza melhor, a ergonomia também visa garantir a sua saúde fora da empresa. Para atingir estes objetivos, uma série de pequenos ajustes pode ser bem efetivos, como:

  • A adoção de um mobiliário e de equipamentos ergonômicos é essencial para garantir o conforto básico para os colaboradores. Especialmente aqueles que passam longas horas na mesma posição ou que realizam atividades repetitivas precisam deste cuidado para evitar as chamadas ‘lesões por esforço repetitivo’ (LER);
  • Respeitar uma carga horária adequada à atividade também é importante. Excesso de horas extras, por exemplo, pode levar ao estresse e comprometer o desempenho e a produtividade;
  • ginástica laboral é uma medida já bem popularizada entre as empresas preocupadas com a saúde dos colaboradores. Realizada antes do começo do expediente ou ao longo da jornada, em paradas estratégicas, apresenta grandes benefícios para a saúde física e mental dos colaboradores;
  • Evitar passar horas na mesma posição também é um cuidado importante. Além disso, o funcionário deve sempre acomodar-se de forma confortável e relaxada;
  • Quem trabalha no computador, deve posicionar a tela do monitor em uma altura que não exija que se dobre a cabeça para visualizá-la. O teclado deve ficar em um local em que as mão fiquem eretas e os braços, relaxados. Cotovelos devem permanecer junto ao corpo quando se usa o mouse;
  • Cuidado com a iluminação no ambiente de trabalho. Uma iluminação ruim pode prejudicar a saúde e o desempenho do trabalhador.
  • Pausas ao longo do dia: quando se realiza uma atividade repetitiva, é importante fazer uma parada para descanso a cada 45 minutos para relaxar e alongar o corpo.

Agora que você conhece um pouco mais sobre ergonomia no trabalho, conte para gente: como você avalia a sua empresa? Os colaboradores trabalham em um ambiente confortável e que estimula a produtividade? Ou o ambiente de trabalho compromete a sua saúde?

Compartilhe com a gente por meio dos comentários!

eBook Fatos e dados sobre sedentarismo nas empresas


combater_o_sedentarismo_e_as_doencas_cronicas

(Visited 8.707 times, 1 visits today)

Comments

comments