Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria 4hunter, com mais de 500 profissionais, as principais causas de falta de motivação no trabalho são salário abaixo da expectativa, clima pesado e falta de reconhecimento profissional.

Essas são também as principais consequências para uma empresa em um cenário conturbado, como o que estamos vivendo. Depois de quase três anos de crise econômica, é natural que a equipe de uma empresa comece a demonstrar alguns desses sinais claros de falta de motivação no trabalho. Normalmente, nessas épocas é que ocorre transformações importantes dentro da empresa.

Neste post, vamos abordar quais são as causas da insatisfação dos colaboradores e quais são as consequências para as empresas da falta de motivação no trabalho. Confira:

Consequências para as empresas da falta de motivação no trabalho

Uma equipe desmotivada gera diversas consequências negativas para uma corporação. Principalmente porque, para um funcionário desmotivado, as atividades da empresa não são consideradas prioridades.

Isso significa um boicote severo à produtividade, o que resulta em atrasos constantes, aumento do número de afastamentos, desperdícios de matéria prima, dentre outros comportamentos que corroem as bases éticas da equipe, além de oferecer um prejuízo geral em todo o trabalho. Isso, consequentemente, acarreta na queda das vendas e perda da lucratividade.

Além disso, o cenário brasileiro atual é desafiador para as empresas, portanto, estimular seus colaboradores deve estar no topo das prioridades.

Fomentar a motivação pessoal da organização é um dos principais pontos para que os colaboradores possam aumentar seu nível de participação, comprometimento e de relacionamento com os pilares da empresa.

5 questões que geram a desmotivação dos colaboradores

Motivação é um ponto chave para alcançar qualquer meta ou plano existente tanto na vida profissional quanto na pessoal. Para algumas pessoas, vem antes mesmo da remuneração.

Apenas dotada de muita motivação, é possível que uma empresa consiga atingir objetivos claros, encontrar quais são os melhores caminhos e saber exatamente onde estão as oportunidades perfeitas. Por isso, manter o nível motivacional do seu quadro organizacional é algo absolutamente essencial. Independente do tamanho da corporação, é um dos pilares para conseguir alcançar o sucesso.

A seguir, listamos 5 questões que geram a desmotivação dos colaboradores:

1. Falta de suporte

Crises são desafiantes e mexem com a estrutura interna das empresas. Mesmo que o momento ruim não atinja diretamente o seu departamento, o corte de orçamento ou do capital humano muitas vezes contribui para que o clima fique ‘pesado’.

É normal que os funcionários de uma empresa se sintam desamparados nessas ocasiões. Por isso, a falta de suporte é apontada como uma das maiores causas de falta de motivação no trabalho.

2. Salários baixos

A palavra crise muitas vezes se traduz em corte de orçamento e congelamento de salários. Isso, aliado à impossibilidade de crescimento, configura-se em duas das maiores causas de insatisfação por parte dos colaboradores e, por sua vez, responsável pela falta de motivação no trabalho.

3. Impossibilidade de crescimento

A impossibilidade de crescimento também é um dos agentes desestimulantes de uma equipe — e muitas vezes não é possível promover um colaborador em curto prazo.

A parte boa é que existem alternativas para as pessoas recuperarem a motivação no ambiente corporativo. Descobrir o que faz um indivíduo levantar da cama e trabalhar com afinco é primordial para ajudá-lo a encontrar sentido no seu trabalho. Se a pessoa sente-se desvalorizada, os líderes podem iniciar uma política de feedback constante e de reconhecimento semanal.

4. Falta de reconhecimento

A falta de reconhecimento também é apontada como um elemento fundamental no desânimo dos funcionários com o trabalho. Do que adianta se esforçar e manter a produtividade alta se não for reconhecido por isso?

É importante que todos os gestores e líderes tenham empatia e consigam se colocar no lugar dos seus subordinados, elogie os bons comportamentos e o trabalho que foi realizado até ali. Principalmente se houve cumprimento de metas.

ebook_valorizacao_do_funcionario

5. Benefícios nada atrativos

Algumas vezes, os benefícios oferecidos pela empresa não são muito atrativos para os colaboradores. Assim, em vez de incentivá-los, ocorre o efeito contrário. Dessa forma, como dissemos no item anterior, ao identificar a natureza da motivação pessoal, é fácil traçar quais serão os melhores benefícios para eles. Ao acertar no plano de benefícios, as empresas conseguem reter talentos e manter o cotidiano da equipe mais leve.

Como combater a falta de motivação no trabalho? 

Em menor ou em maior consequência, as pessoas produzem melhor em um cenário econômico estável. No entanto, uma das melhores formas de evoluir e manter a motivação alta no trabalho é se conscientizar de que a vida não é linear e que existe sim, altos e baixos. Mudanças pedem coragem e, acima de tudo, muita criatividade para driblar os desafios.

A motivação é um dos fatores mais importantes para o sucesso de uma organização. Ao motivar os seus funcionários de maneira correta, a empresa consegue ajudá-los a atingir os melhores resultados, mesmo diante das adversidades de uma crise. Realmente, parece uma tarefa impossível para um gestor. No entanto, existem algumas medidas simples e práticas que podem ajudar. Vamos a elas.

Passo a passo de como resolver a falta de motivação no trabalho 

Elaboramos esse passo a passo para aumentar a motivação do quadro de trabalho:

1. Identifique a causa da desmotivação 

Como vimos acima, muitos são os fatores que podem causar a desmotivação no trabalho.  O primeiro passo é identificar a causa da desmotivação. Isso pode ser feito por meio de pesquisas de satisfação ou entrevistas com colaboradores. Entendendo melhor sobre cada um dentro da equipe que se entende os reais motivos da falta de motivação no trabalho. São bônus e salários? Benefícios atrativos? Desafios constantes? Férias ou dias de descanso? Reconhecimento do superior?

Após identificar a causa da desmotivação, é importante refletir sobre quais são as maneiras existentes para reagir diante dos cenários de crise? Quais são as soluções disponíveis para motivar funcionários? Também é muito importante que a equipe saiba que existe iniciativa  e esforço dos líderes e dos superiores em resolver os problemas e em valorizar os funcionários.

2. Trabalhe com as melhores possibilidades para cada um dos cenários 

Existem alternativas para fazer com que as pessoas recuperem a sua motivação no ambiente corporativo. Investir em ações pontuais, voltadas para cada um dos colaboradores, é uma ótima forma de valorizar o trabalho da sua equipe.

Se o RH identificar que o que causa a desmotivação no trabalho é a falta de transparência, por exemplo, pode buscar melhorar a comunicação interna e compartilhar decisões importantes com os empregados semanalmente.

3. Ações cotidianas fazem diferença 

Programas gerenciais de motivação dos funcionários são fundamentais para a solidez da cultura organizacional. Mas é no dia a dia que as pessoas envolvidas em uma rotina de trabalho, líderes ou não, conseguem demonstrar suas habilidades, seu potencial, sua forma de lidar com as dificuldades e ainda as atitudes verdadeiramente vencedoras e motivadas.

O grande desafio dos gerentes, do setor de RH e das cabeças a frente da empresa é reforçar, continuamente, o pensamento positivo todos os dias. Manter a motivação da equipe não é uma tarefa fácil e exige da empresa a mesma atenção normalmente dispensada ao caixa.

4. Pense em alternativas que não precise de um budget alto

É comum as pessoas pensarem que é necessário um orçamento muito alto para conseguir resultados reais e palpáveis em termos motivacionais. No entanto, um boa gestão alinhada com um departamento de RH competente consegue contornar uma situação com atitudes simples e de custo baixo.

Uma das possibilidades é oferecer planos empresariais e benefícios com marketplaces e empresas que oferecem prêmios em troca de pontuação. Outra é estimular o intelecto com plataformas de cursos e treinamentos. Ou por meio de livros ou filmes. E uma opção que garante a qualidade de vida, diminui a ansiedade, ajuda na promoção da autoestima e no controle da saúde é estimular a prática de atividade física.

Veja tambémComo o benefício de atividade física pode motivar colaboradores?

Gympass Corporate, por exemplo, oferece ao colaborador diversas opções para praticar atividade física, além de uma ampla disponibilidade de opções e horários.

Em resumo: Montar um plano de gerenciamento de crise, investir na comunicação interna, harmonizar os interesses da organização, contar com uma equipe multidisciplinar para enriquecer as ideias e trabalhar em sinergia são pontos fundamentais para motivar a equipe a vestir a camisa da empresa.

Independentemente do momento atual, a falta de motivação no trabalho é responsabilidade de todos, uma via de mão dupla: a companhia precisa encontrar formas de crescer enquanto o funcionário buscar maneiras de correr atrás dos desafios.

Para que o colaborador jamais se acomode, é preciso investir na capacitação e agregar o diferencial da empresa, a qual precisa sempre enxergá-lo como parte indispensável para o desenvolvimento da organização.

Agora que você já entende melhor sobre a falta de motivação no trabalho, compartilhe em suas redes sociais este post e divida essas informações com outras pessoas!

ebook_valorizacao_do_funcionario

atrair_talentos


(Visited 9.004 times, 3 visits today)

Comments

comments