Muitas são as empresas modernas que já compreenderam que seu principal diferencial competitivo não são os seus produtos ou serviços e sim o seu capital humano, isto é, as pessoas que fazem a companhia ser única. Valorizá-los, é, portanto, um ótimo investimento para manter a empresa nos rumos certos.

Atualmente os profissionais buscam mais do que um bom salário. Outros elementos como reconhecimento, oportunidades de desenvolvimento e crescimento, pacote de benefícios atrativo, respeito à qualidade de vida no trabalho, entre outros, também contam, e muito, para que um profissional decida investir seu tempo e talento em determinada companhia.

Uma gestão de pessoas mais eficiente requer, portanto, a implantação de ações para atrair e reter esses talentos, incentivar a inovação, reduzir custos, alcançar resultados extraordinários, conquistar equipes de alta performance, otimizar processos e melhorar a produtividade de todos.

Você sabia que é possível implantar ações que possibilitem uma gestão de pessoas mais eficiente, sem necessariamente aplicar altos investimentos? Quer saber como?

Confira seis dicas valiosas de como ter uma gestão de pessoas mais eficiente em sua empresa!

Invista na comunicação interna

Funcionários bem informados produzem mais e melhor, pois além de sentir-se pertencentes ao negócio, possuem clareza acerca da diferença que seu trabalho faz. Além disso, manter as equipes atualizadas sobre os resultados e os desafios que precisam ser superados fortalece a confiança entre gestores e colaboradores.

Para que esse objetivo seja alcançado, é preciso implantar canais de comunicação interna eficientes que mais combinem com o perfil da empresa e dos colaboradores. Entre eles a intranet, a TV Corporativa, as redes sociais internas, os jornais e os murais de aviso são boas opções.

Também é importante que os gestores estejam dispostos a dialogar, ou seja, a falar e a ouvir. Não é necessário ter todas as respostas, mas é fundamental que a empresa demonstre abertura para escutar os anseios e dúvidas de seus colaboradores, além de falar com clareza e objetividade quais são as metas e o que é esperado de cada um.

Incentive o exercício da liderança

Mais do que chefes ou gestores, é fundamental contar com líderes. Encoraje os profissionais que coordenam equipes a agir como verdadeiros líderes que dão feedbacks estruturados e claros, estimulam o trabalho em equipe, assumem responsabilidades, delegam atividades estratégicas, estimulam a criatividade, a inovação e a participação, buscam flagrar sua equipe fazendo algo certo, corrigem em particular e elogiam em público.

Nem todas as pessoas nascem com uma liderança natural, porém mesmo as pessoas com talento natural para a liderança precisam aprimorá-la com certa frequência para gerir pessoas com os mais variados perfis e de diferentes gerações. Para uma gestão humanizada, é primordial que os dirigentes da empresa participem de treinamentos e ações que o auxiliem a desenvolver a sua liderança de forma estruturada.

Implante a qualidade de vida no trabalho

Faça com que a busca por uma vida feliz e equilibrada seja parte da cultura da companhia. Estimule os momentos em família, a adoção de uma alimentação saudável, a prática regular de exercícios físicos, entre outras atividades que possibilitam a qualidade de vida no trabalho.

Consulte a alta direção da empresa sobre horário de trabalho flexível, home office, day off no dia do aniversário, entre outras ações que motivam e aumentam a produtividade.

Também é possível oferecer pacotes de benefícios diferenciados que vão além da simples academia, como acesso a inúmeras modalidades esportivas, o que aumenta a satisfação dos funcionários, ao mesmo tempo em que contribui para a saúde destes e diminui gastos com doenças, faltas, afastamentos, cirurgias, etc.

Otimize processos para uma gestão de pessoas mais eficiente

Desafie o seu capital humano a direcionar as energias para atividades estratégicas e realmente relevantes para o negócio da companhia. Atualmente, softwares e empresas de terceirização de serviços podem (e devem) executar tarefas operacionais, otimizando processos.

A agilização de processos e centralização de informações diminui desperdícios de recursos, evita gastos desnecessários, além de aumentar a organização. É importante manter-se atento ao mercado para que a otimização não fique ultrapassada, ainda mais quando se trata de tecnologia. Mantenha as ferramentas atualizadas de acordo com o que há no mercado.

Promova avaliação e desafios

As avaliações norteiam quais são os pontos fortes e os pontos a melhorar de cada um. Quando feitas com uma certa periodicidade e quando demonstram que os profissionais mais bem avaliados são reconhecidos — seja com bônus ou promoções —, elas incentivam os colaboradores a sempre se superar.

Elas podem ser verticais (gestores avaliam suas equipes), teste psicológico, avaliação de perfil comportamental ou 360º (gestores avaliam equipes, equipes avaliam gestores, pares se avaliam e auto avaliação). Tais métodos contribuem para um melhor planejamento da carreira e retenção de talentos.

Além das avaliações, alguns desafios quebram a rotina e permitem que os funcionários inovem, se arrisquem, saiam de suas zonas de conforto e, muitas vezes, sejam surpreendidos com resultados fantásticos.

Lembre-se de que para a resolução dos desafios, a solução pode vir do funcionário ou da área em que menos se espera, pois um olhar de fora pode trazer inovação e simplicidade para problemas complexos. Isso quer dizer que a formação de grupos multidisciplinares pode enriquecer o debate e conquistar resoluções eficazes.

Institua a cultura do feedback

Incentive os gestores a realizar sessões de feedback estruturadas que levem em conta sempre uma situação real e não boatos ou juízos de valor.

Feedbacks verdadeiros e objetivos, sejam eles de pontos fortes ou a melhorar, fortalecem a relação e a confiança entre os funcionários e o gestor e vice-versa. Também é necessário orientar que, a cada nova sessão, é preciso destacar o quanto o funcionário vem se desenvolvendo e evoluindo.

Além disso, os líderes precisam se mostrar abertos e dispostos a receber, periodicamente, feedback de seus liderados. É fundamental estar preparado para ouvir quais são as fraquezas e buscar adaptações ou capacitações para modificar o que não vai bem.

O fato de que o feedback vale igualmente para gestores e colaboradores aumenta a motivação dos profissionais, o que é ótimo para a empresa, pois estudiosos afirmam que funcionários motivados têm performance 40% superior se comparados aos colaboradores que atuam no chamado “piloto automático”.

Como é a gestão de pessoas na sua empresa? Compartilhe com a gente nos comentários!

Siga-nos no LinkedIn e acompanhe mais discussões para aprimorar a gestão de pessoas 🙂

ebook_roi_para_recursos_humanos

Aumentar produtividade equipe (banner oferta)

(Visited 412 times, 1 visits today)

Comments

comments

This post is also available in: América Latina (MX, CL, AR) Italia