Imagine que sua empresa é como uma indústria automobilística. Da mesma forma que para construir um carro é preciso zelar pelo bom funcionamento de todos os setores da linha de montagem, também é necessário garantir o “funcionamento” de cada um dos talentos envolvidos na construção de um negócio de sucesso. Esse é o desafio que impulsiona o desenvolvimento da gestão de talentos.

O que é gestão de talentos?

Se você não sabe, está ficando para trás. A gestão de talentos vai além dos recursos humanos tradicionais: envolve a identificação de talentos capazes de impulsionar o sucesso da empresa e a necessidade de garantir que esses talentos sejam encontrados, desenvolvidos e mantidos.

No começo, a gestão de talentos se concentrava principalmente no alto escalão corporativo, mas  agora as melhores empresas sabem que podem encontrar colaboradores excepcionais em todos os níveis da corporação.

Como esses talentos são vitais para o desenvolvimento e crescimento da empresa, a gestão de talentos não pode ser deixada somente para o departamento de recursos humanos que é designado para recrutar, revisar e gerenciar a folha de pagamento de toda a organização.

A gestão de talentos começa com o CEO e se espalha pela corporação, passando pela alta administração, pela gerência intermediária e chegando até os colaboradores, formando uma “rede” que envolve a todos. Muitos acreditam que o gerenciamento de talentos se tornou o principal papel do CEO atualmente.

Jack Welch, CEO da General Electric por muito tempo, viveu essa experiência. “Meu principal trabalho era desenvolver talentos. Eu era um jardineiro que fornecia água e outros alimentos para as 750 pessoas mais importantes. Claro que eu também precisei tirar algumas ervas daninhas.”, comenta.

Por que a gestão de talentos é importante para o seu negócio?

A McKinsey & Company realizou a primeira pesquisa extensa com empresas sobre gestão de talentos em 1997 e definiu sua importância para negócios de sucesso. A empresa realizou uma segunda rodada de entrevistas em 2000, totalizando 13.000 entrevistas gerenciais em 112 grandes empresas norte-americanas.

As descobertas sobre o impacto da gestão de talentos na estrutura corporativa foram surpreendentes:

  • Na manufatura, as empresas com os melhores gerentes de fábrica aumentaram os lucros em 130%, enquanto os gerentes de menor desempenho não mostraram aumento nos lucros.
  • Nos serviços industriais, as empresas com os melhores gerentes centrais aumentaram os lucros em 80%, enquanto os lucros permaneceram estáveis com os gerentes centrais de menor desempenho.
  • Nos serviços financeiros, os gerentes de portfólio de melhor desempenho aumentaram seus portfólios em 50%, enquanto os de baixo desempenho não apresentaram aumento.
  • E, finalmente, as empresas mais comprometidas com a gestão de talentos mostraram um retorno aos acionistas 22 pontos percentuais acima da média do setor.

É fácil reconhecer a importância da gestão de talentos para, dentre outros benefícios, aumentar o desempenho e os lucros da sua empresa.

Cinco elementos da gestão de talentos segundo a McKinsey & Company

Com base no que aprendeu sobre a estrutura das empresas de sucesso que estudou, a McKinsey & Company criou a estratégia Os Cinco Elementos de uma Fórmula de Talento, para ajudar outras corporações a desenvolverem uma boa gestão de talentos. 

Embora a adoção de uma estratégia dependa das necessidades específicas de cada negócio e esteja sujeita à mudanças de acordo com as demandas da empresa, esses 5 elementos fornecem uma base sobre a qual se estruturar:

1) Estabeleça um mindset de talentos:

Um mindset de talentos significa que todos na liderança aderem ao conceito de desenvolvimento e retenção talentos como sendo o primeiro passo para o sucesso de sua empresa.

Começando pela gerência sênior, líderes de todos os níveis da organização serão encarregados de recrutar, nutrir e reter talentos e, mais importante, serão considerados responsáveis por sua contribuição para o desenvolvimento de um forte conjunto de talentos.

2) Crie uma Proposta de Valor para o Empregado (PVE):

Uma PVE eficaz ajuda a trazer os talentos para dentro da empresa e os mantém nela durante um longo tempo. Uma boa PVE é aquela que responde à pergunta: “por que pessoas talentosas querem trabalhar aqui?”.

Embora os PVEs possam variar de acordo com posições ou departamentos, todos devem incluir esses 4 itens:

  • Trabalho estimulante: Pessoas talentosas, em primeiro lugar, precisam encontrar valor e desafios no trabalho que realizam. Ofereça oportunidades estimulantes que lhe permita aproveitar a criatividade e os talentos dos colaboradores;
  • Uma ótima empresa: seus funcionários permanecerão dedicados somente se sentirem que a empresa é bem administrada e respeita suas ideias e comprometimento;
  • Riqueza e recompensa: os trabalhadores precisam ser reconhecidos pelo valor que agregam à empresa com bons salários e benefícios, sejam eles materiais ou não;
  • Crescimento e desenvolvimento: a equipe se esforça para aprender e seguir em frente constantemente, então nutrir esse desejo por crescimento é essencial para reter os melhores talentos.

3) Recrute bons profissionais continuamente:

Empresas e gerentes comprometidos com a gestão de talentos estão constantemente à procura dos melhores profissionais. As empresas precisam estar dispostas a trazer novos talentos para preencher os espaços vazios em todos os níveis, até mesmo na gerência sênior.

4) Forme grandes líderes:

A ideia de líderes natos vai contra os fatos. A maioria dos líderes se desenvolvem em seus papéis por serem desafiados a melhorar, apoiados quando falham e impulsionados de diferentes formas a ir além da sua zona de conforto.

Programas de mentoria oferecem uma grande oportunidade para desenvolver novas lideranças em toda a organização e sua empresa só tem a ganhar: formando novos líderes continuamente, você evita o risco de ter pessoas despreparadas na liderança.

5) Diferencie e reconheça

As empresas geralmente se deparam com a tentação de tratar todos os colaboradores da mesma forma, mas isso só te leva a criar funcionários medianos e não líderes talentosos. Cada colaborador possui suas particularidades e cabe a você aprender a recompensá-los de acordo.

Os melhores desempenhos precisam ser recompensados, dentre outras formas, com novas oportunidades de emprego e desafios: aumentos de salário, benefícios especiais e recompensas. Os funcionários de médio e baixo desempenho também precisam de cuidados, mas podem ser enquadrados numa escala de pagamento e benefícios padrão.

Além disso, como Jack Welch mencionou, é preciso estar disposto a cortar da equipe aqueles que não estão se desenvolvendo – embora você esteja colaborando para seu crescimento – e, consequentemente, se tornam um “desperdício de investimento”.

Melhores Práticas para uma boa Gestão de Talentos

Muitas das melhores práticas de gestão de talentos são aplicáveis a todo tipo de empresa:

a) Envolva todos na gestão de talentos:

Os gerentes de todos os níveis devem ser encarregados de recrutar, desenvolver e reter talentos. As pessoas que entram na empresa precisam estar cientes de que seus talentos serão reconhecidos, incentivados e recompensados.

b) Invista na retenção de talentos:

Você deve reconhecer que poucas pessoas esperam assumir um compromisso de longa duração com uma empresa quando são contratadas. A empresa deve desenvolver uma cultura e um ambiente que estimulem os colaboradores a permanecer.

c) Contrate e venda ao mesmo tempo:

Recrutar bons profissionais não é mais uma questão de aceitar centenas de currículos e esperar que os melhores venham trabalhar para você. O processo de entrevista deve ser considerado como uma oportunidade de vender a visão de sua empresa para novos talentos.

d) Recompense o bom desempenho:

É o bom desempenho dos seus colaboradores que movimenta o desenvolvimento e crescimento do seu negócio. Portanto, não sinta receio de recompensar aqueles que apresentam um bom desempenho.

Essa atitude pode ser o que fará a diferença e manterá seus melhores talentos em sua empresa dando o melhor de si – além de tornar a empresa atraente também para talentos externos.

Uma recompensa simples que pode te ajudar a atrair os melhores profissionais é o benefício de atividade física. Estimulando a prática de exercícios você garante que seus talentos estarão mais felizes, saudáveis e mentalmente dispostos – o que aumenta a produtividade do seu negócio.

Conheça mais sobre esse benefício e as vantagens que ele pode trazer para a gestão de talentos na sua empresa:

atrair_talentos

(Visited 445 times, 1 visits today)

Comments

comments

This post is also available in: España France United States