As dicas de Nuno Cobra Jr. para uma vida mais equilibrada e saudável

Existe uma cura para os males modernos? O que está por trás do aumento vertiginoso e exponencial das doenças no mundo? O que sustenta e alimenta esse processo?

As respostas estão bem na sua frente, mas talvez você não tenha se dado conta.

Quando estamos trabalhando e envolvidos no dia a dia, acionamos o sistema autônomo, que funciona sozinho, chamado simpático. Ele derrama em nossa corrente circulatória hormônios estimulantes, como a adrenalina e a noradrenalina. Essas substâncias excitam nossa mente e o nosso corpo, colocando-nos em um modo de funcionamento acelerado que estimula a ansiedade e a agitação mental.

Esse sistema não se desliga automaticamente. Caso você não tenha momentos de relaxamento e descompressão, ele seguirá agindo em seu organismo o dia todo, inclusive durante a hora de dormir. Aliás, esse mecanismo é um dos principais motivos da perda da qualidade no sono.

Ao viver em um “continuum”, no qual todas as suas tarefas diárias são realizadas em uma mesma velocidade e “modus operandi”, você afeta os três pilares essenciais da saúde: sono, alimentação e atividade física.

Esses pilares tendem a ficar em um lugar insignificante em nossa lista de prioridades, quando, na verdade, deveriam ocupar uma posição de destaque.

As pessoas vivem correndo e esquecem de si mesmas. Chegamos, então, à principal causa de todas as doenças modernas, como probemas cardíacos, obesidade, diabetes, doenças circulatórias, autoimunes, mentais e tantas outras.

Nenhuma enfermidade escapa a essa lógica e causa primordial, isso quando falamos dos desequilíbrios corporais e mentais que não são congênitos, que não lhe acompanham desde seu nascimento. Pelo contrário, eles são derivados dessa desarmonia na base da vida.

Então, quais são os “remédios” que fortalecem nosso sistema imunológico? A atividade física é um dos fatores mais importantes. Quando equilibrada, ela “joga a favor” da sua saúde, restaurando todo seu organismo. No entanto, quando feita de forma extenuante tem o efeito inverso, causando envelhecimento precoce, aumento exponencial do número de radicais livres, risco de lesões ortopédicas, arritmias cardíacas, fragilizando o sistema imunológico.

Outros “remédios” importantes são: um sono reparador e uma alimentação com qualidade. Podemos citar ainda o sol, a natureza, o equilíbrio entre trabalho e diversão e um estilo de vida que traga equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual.

Nós resolveríamos a imensa maioria dos nossos problemas, apenas cuidando do nosso próprio equilíbrio físico, mental e fisiológico. Coisas básicas que as pessoas estão cansadas de escutar e saber, mas não trazem para a sua pratica diária.

Somos fruto daquilo que fazemos diariamente. Ficar doente, portanto, é uma conquista. Há que se batalhar arduamente e com afinco para conquistar a sua própria doença – feita à custa de abandono e inconsciência.

A cura do mundo passa por diversos fatores, como mais amor, tolerância, menos individualismo. Contudo, em relação a todas as doenças modernas, um fator se sobressai: desacelerar é urgente.

Desacelerar é a mudança necessária para “quebrar a espinha dorsal” do aumento da insanidade no mundo.

Nuno Cobra Júnior escreve sobre saúde e bem-estar

Nuno Cobra Júnior

Consultor em vida com qualidade e treinamento integral. Autor do livro O músculo da alma, a chave para a sabedoria corporal

(Visited 110 times, 1 visits today)

Comments

comments