Para enfrentar as constantes mudanças do mundo moderno, as empresas precisam de pessoas esforçadas e que busquem resultados a longo prazo

Estamos enfrentando um dos desafios mais importantes da história. A 4ª Revolução Industrial enfatiza a ideia da crescente digitalização e acentua a coordenação cooperativa em todas as unidades produtivas da economia. É por isso que corporações enfrentam um desafio sem precedentes.

Um mercado globalizado, com concorrentes que se multiplicam e negócios cada vez mais instáveis, faz com que organizações tenham um foco maior em seus colaboradores. Com uma força de trabalho adequada, elas podem adaptar seus produtos, melhorar seus serviços e com isso, vencer qualquer crise, graças à perseverança de uma contínua adaptação às novas necessidades de clientes e consumidores.

A chave para o sucesso está nas pessoas que compõem as organizações: portanto, as mudanças que a área de Recursos Humanos deve fazer para enfrentar a 4ª Revolução Industrial são complexas – e a perseverança será a encarregada de fazer com que os objetivos se tornem realidade. Mas essa tarefa deve se estender por certo período e os resultados não serão vistos a curto prazo.

É neste sentido que o esporte se torna um importante aliado das empresas. A maioria das pessoas não está acostumada com esforços extensos e resultados a longo prazo.

sociedade caminha em direção a iniciativas cada vez menos consistentes e com recompensas cada vez mais efêmeras. Em contrapartida, os atletas são pessoas comprometidas, focadas e estão dispostas a se dedicar dia a dia, mês a mês, para alcançar um resultado independente do tempo que leve – exatamente o que o mundo dos negócios precisa neste momento.

Não importa se estamos falando de um atleta profissional ou amador, tampouco sobre a magnitude do desafio. Seja correr 5 quilômetros ou 42 quilômetros, o que une todos os atletas é a perseverança em se superar. Essa é solução para atingir o propósito.

As empresas também precisam alcançar metas estabelecidas, logo precisam de trabalhadores perseverantes. Incentivar o esporte no entorno profissional não só garante funcionários mais saudáveis como também contribui para que a corporação construa uma equipe que se levanta depois de uma derrota, se esforça para continuar sempre em frente e não se desmotiva diante da primeira dificuldade.

Os valores que o esporte transmite são peças-chave para encarar os desafios da transformação do mundo moderno que estamos enfrentando.

Santiago Ferrada

Doutor em Ciências Empresariais pela Universidade La Salle, unindo esporte e empresa graças a sua experiência como atleta profissional e gerenciamento esportivo, palestranteinternacional e autor do blog www.lifeferrada.com

(Visited 75 times, 1 visits today)

Comments

comments