Um estudo publicado pela revista Harvard Business Review analisou por dois anos de mais de 12.800 empresas em todo o mundo e descobriu que a maioria das organizações acredita que um ambiente de cuidado é o elemento mais importante na cultura de uma empresa. Benefícios de bem-estar abrangentes e incentivos à saúde mental ajudam a estabelecer uma relação de confiança e reciprocidade entre empregadores e suas equipes. Ao incorporar exercícios físicos à cultura de sua empresa, você pode provar que sua organização se preocupa com os colaboradores e prioriza a saúde deles.

 

Décadas de pesquisas em neurociência também mostram que os participantes têm uma função cognitiva maior com exercícios regulares, o que significa que um incentivo ao condicionamento físico pode até ser uma estratégia de RH lucrativa a longo prazo. Veja como a atividade física capacita os funcionários a fazer o seu melhor e algumas dicas sobre como incorporar os treinos à sua agenda de compromissos.

 

Como o exercício físico afeta a função cognitiva?

Os pesquisadores ainda estão investigando como a atividade física melhora o desempenho cognitivo, mas várias teorias podem explicar a conexão:

O “sistema de recompensa” do cérebro

Quando uma pessoa se exercita, a glândula pituitária libera dois neurotransmissores: dopamina e serotonina. Quando os receptores opióides no cérebro recebem esses neurotransmissores, o “sistema de recompensa” é ativado e a pessoa se sente mais relaxado e contente. Com exercícios intensos, eles podem até desenvolver uma sensação de euforia. Robert G. McMurray, da Universidade da Carolina em Chapel Hill, sugere exercícios com intensidade de 80% por pelo menos 20-30 minutos para obter uma injeção de endorfina.

Gestão de stress

Enquanto esses neurotransmissores de bem-estar aumentam durante o exercício, os níveis de adrenalina e cortisol diminuem. A adrenalina e o cortisol controlam a resposta do corpo ao estresse – quando são produzidos em excesso durante uma situação de pressão prolongada ou intensa, eles podem prejudicar o funcionamento cognitivo, a concentração e a tomada de decisões. Os indivíduos podem ser mais propensos a procrastinar, ficar irritados ou ter pouco discernimento. Como o exercício físico alivia o estresse e equilibra o sistema endócrino, malhar torna mais fácil para os funcionários se concentrarem e pensarem com clareza.

O sistema circulatório

Uma frequência cardíaca elevada pode ser outro fator que vincula a aptidão física à acuidade mental. Quando uma pessoa se exercita, seu coração acelera, fazendo com que o sangue rico em oxigênio e nutrientes circule com mais eficiência. Quando a circulação por todo o corpo melhora, as funções biológicas – incluindo o processamento de informações – também se tornam mais eficientes.

Função celular

Malhar oferece até benefícios no nível celular. Exercícios aeróbicos como corrida estimulam a produção de proteínas. Esses aminoácidos proteicos são usados ​​para criar mitocôndrias e ribossomos adicionais, duas estruturas celulares responsáveis ​​pela geração de energia, decodificação de neurotransmissões e construção de ligações químicas. Coletivamente, todos esses processos ajudam a criar uma melhor sinalização entre as células do cérebro e do sistema nervoso, o que poderia criar uma vantagem cognitiva.

Neurogênese

Estudos recentes em animais mostram que o exercício físico pode apoiar a neurogênese, um processo pelo qual novos neurônios são criados no cérebro. Acredita-se que a neurogênese ocorra ao longo da vida de uma pessoa e está ligada à regulação do humor, memória, aprendizagem espacial e função cognitiva geral. Alguns cientistas especulam que a neurogênese pode ser a chave para evitar o declínio cognitivo, doenças neurodegenerativas e doenças mentais.

Dicas para incorporar exercícios físicos em reuniões

A atividade física produz vantagens imediatas – melhora o humor, energiza e estimula mentalmente. Para obter esses benefícios durante sua próxima reunião, considere as seguintes sugestões:

  • Quando você apresentar os exercícios físicos à sua equipe pela primeira vez, escolha atividades de nível iniciante e vá devagar. O alongamento suave pode ser um bom ponto de partida para que todos possam participar com segurança.
  • Incentive os participantes a modificar os exercícios conforme necessário.
  • Crie uma rotina para que participantes fiquem de pé quando falarem.
  • Organize reuniões ambulantes nos dias em que o tempo estiver confortável.
  • Faça um jogo durante sua próxima reunião – por exemplo, jogando uma bola para frente e para trás durante uma sessão de brainstorming.
  • Se a energia na sala parecer lenta, improvise com alguns minutos de exercícios físicos leves, como correr sem sair do lugar.
  • Selecione as atividades que podem ser realizadas em um espaço pequeno, especialmente se os funcionários trabalharem remotamente em um escritório doméstico.
  • Aproveite o poder meditativo dos exercícios de respiração profunda para estimular o pensamento criativo e o relaxamento.

Abraçando o Bem-Estar na Cultura da Sua Empresa

As reuniões que incorporam exercícios físicos são apenas o começo quando se trata de construir uma cultura de bem-estar abrangente. Para saber mais sobre como hospedar aulas de exercícios para todo o departamento e criar incentivos para atividades físicas, clique aqui e não se esqueça de visitar nossa biblioteca de webinars. Gympass oferece planos de benefícios corporativos para organizações de todos os tamanhos e parceiros com mais de 55.000 academias e estúdios em todo o mundo, permitindo que seus funcionários escolham entre uma ampla gama de atividades e personal trainers. Nossa solução também oferece assinaturas digitais para aplicativos de bem-estar como Calm, Wellness Coach e terapia digital iFeel.