Entrevista com Sandra Gioffi, diretora do CONARH

Para sanar nossas dúvidas sobre o CONARH 2018 e ficar por dentro das novidades do evento, conversamos com Sandra Gioffi, diretora da Prática de Gestão de Performance Organizacional LATAM da Accenture e diretora voluntária do CONARH. 

Graduada em Psicologia, professora de Gestão de Mudança do curso de pós-graduação em Gestão de Projetos e professora na disciplina de Subsistemas de RH, ambos na Insper, Sandra Gioffi conta com mais de 20 anos de experiência profissional, ao longo dos quais acumulou diversas competências de Recursos Humanos.

Nessa entrevista, Sandra Gioffi contou um pouco sobre seu papel no CONARH, os debates e insights que levaram à escolha do tema desse ano, algumas curiosidades sobre essa edição e também destacou as palestras que o público precisa assistir. Confira:

Gympass: Por que escolheram o tema “Protagonista da transformação”?

Sandra Gioffi: Temos no CONARH um modelo de criação chamado “Comitê de Criação”. Esse comitê realiza reuniões periódicas e em uma dessas reuniões estávamos discutindo sobre como é difícil a situação do nosso país – na política, na economia – e o modo como isso não melhora nunca. Mas sabemos que existem muitas pessoas que decidem fazer alguma coisa e se tornam protagonistas da transformação. Fomos lembrando de algumas pessoas no Brasil que ao invés de esperarem o país mudar, fazem a mudança acontecer onde estão. O tema surgiu desse desejo de que mais protagonistas se formem e que tanto o RH, quanto o gestor de pessoas e qualquer outro profissional, façam a mudança que querem ver no mundo – como disse Gandhi.

Gympass: Então o RH pode ser protagonista da transformação dentro da empresa dele?

Sandra Gioffi: Eu fui RH durante muito tempo e era muito difícil. Às vezes você não tem dinheiro para investir em um projeto que você acredita que pode funcionar na sua empresa. Não há apoio, nem suporte, nem patrocínio, e você diz “eu não fiz porque não podia, porque não tinha condições”. Não! Veja o que pode ser feito mesmo sem ter condições, para que o RH se inspire e também inspire as pessoas a fazer a mesma coisa. Nós queremos ser esse “empurrãozinho” para gerar a transformação

Gympass: O CONARH é o principal congresso de RH da América Latina. A que você atribui esse sucesso?

Sandra Gioffi: O CONARH tem 44 anos e tem sido construído por profissionais muito respeitados, muito sérios. O CONARH tem o compromisso de trazer a verdade para o congressista, tanto no tema, quanto com o atendimento, quanto em trazer uma pessoa capacitada para estar discutindo. Acredito que essa seriedade na escolha das pessoas e a condução do evento de uma forma muito profissional é o que vem criando essa história e justifica o fato de o CONARH ser tão respeitado. 

Gympass: O que haverá de diferente nesta edição?

Sandra Gioffi: Vai ter muita coisa diferente, mas a primeira mudança é a jornada do congressista. O “desenho da jornada” é a metodologia que nós usamos. Hoje nós desenhamos toda a jornada que o congressista terá, desde o momento em que ele vê o ingresso disponível para compra no site do CONARH até a saída dele do evento. Nós desenhamos etapa por etapa, sempre pensando no que poderia dar errado e em como melhorar a experiência.

Esse foi um ponto muito bom e muito forte. Nós pensamos com a cabeça do congressista: “Se eu fosse o congressista, como gostaria de me inscrever? Como gostaria de ser tratado? O que eu gostaria de assistir, de debater?”. Acredito que esse exercício garante qualidade, satisfação e uma oferta de surpresa para o congressista.

Outro fator que fará o CONARH diferente é que antes tínhamos o pensamento de que “palestra magna é suprema e palestra simultânea não demanda tanto compromisso”. Esse ano nós entendemos que todos os momentos do CONARH são importantes. Não vou gastar com celebridades para as palestras magnas e deixar as simultâneas nas mãos de qualquer profissional. Isso elevou a qualidade do que estamos fazendo. Dizemos que “o CONARH está tão bom que irá competir consigo mesmo”. O congressista vai ter dificuldade de escolher entre as simultâneas que estão no mesmo horário, porque todas são de alto nível!

Gympass: Quais palestras as pessoas não podem perder?

Sandra Gioffi: Uma palestra que batalhei muito para trazer ao CONARH é o painel com a Solange, do Instituto Ação pela Paz, e o Leonardo Precioso, diretor da ONG Gerando Falcões e do programa Recomeçar. Eles irão trazer cases de sucesso de preparação e contratação de ex-presidiários em empresas. Esse é um programa muito bonito, porque hoje em dia, 75% dos ex-presidiários voltam para o crime, e um dos motivos para isso é não ter oportunidades no mercado de trabalho. Teremos muitas lições para aprender nesse painel.

Outra palestra é sobre a história do Gustavo Werneck, que é CEO da Gerdau. Ele é o primeiro CEO da empresa que não é parte da família Gerdau e conta sua história de sucesso, falando sobre como a área de Recursos Humanos o ajudou a chegar até essa posição. Ele é um CEO extremamente jovem e inovador que quebrou o paradigma de que só se cresce na Gerdau sendo alguém da família.

Também tem o case do Médicos Sem Fronteiras, em que eles vão contar como lideram um time virtual, em que cada um está em um canto do Brasil, em diferentes geografias. Vão falar sobre como conduzem essas pessoas, trabalhando com todas por um objetivo único. Hoje as empresas têm dificuldade em gerir pessoas, mas como o Médicos Sem Fronteiras consegue fazer isso? É uma receita que temos que aprender

E tem a palestra da Djamila Ribeiro, que é uma filósofa brasileira muito respeitada, que tem um posicionamento muito bacana sobre lugar de fala. Ela questiona quanto o papel da mulher negra é efetivamente um assunto discutido nas empresas e na sociedade.

Gympass: Curiosidades sobre o CONARH 2018?

Sandra Gioffi: Além do espaço do Gympass que está sendo valorizado bastante – representa uma parceria fundamental – teremos o Espaço Lab, onde estamos criando laboratórios para que as pessoas não apenas assistam uma palestra ou um painel, mas para que participem de uma experiência. É um treinamento de duas horas em que o próprio congressista vai poder discutir, ser ouvido, interagir com a estrutura. O Espaço Lab contará com convidados internacionais, então o congressista vai sair de lá muito edificado!

Quer saber mais sobre o CONARH e ficar por dentro da programação? Então acesse o site. E para ter acesso gratuito à feira de exposições, garanta seu ingresso aqui.

atrair_talentos

(Visited 155 times, 1 visits today)

Comments

comments