Certificar-se de que a equipe está feliz se tornou uma prioridade para muitas empresas. Um dos principais motivos para isso é o fato de que elas têm se beneficiado com os resultados da adoção de uma política de trabalho flexível. É uma situação que favorece ambas as partes, aumentando a produtividade para o negócio e criando um ambiente de trabalho saudável e positivo para todos.

O pagamento no final do mês já não é mais o único retorno que a equipe espera obter pelo seu trabalho. Entre outras coisas, os colaboradores querem trabalhar em um ambiente que contribua positivamente para o seu bem-estar e onde possam se sentir valorizados.

Com tanta concorrência por talentos, é particularmente importante que as empresas atinjam essas expectativas. Para muitas delas, os benefícios oferecidos à equipe são fundamentais para reter funcionários. Os benefícios mais comuns incluem seguro saúde, planos de aposentadoria / pensão, férias remuneradas, plano de adesão subsidiada à academia e bônus por desempenho.

Além disso, há o trabalho flexível, um benefício popular em diversas empresas.

A ADP, empresa especializada em soluções de Gestão do Capital Humano, realizou uma pesquisa intitulada Future of Work,  onde foram entrevistados 2.000 mil colaboradores em diversos países para descobrir quais são as 5 principais tendências para o futuro do trabalho. Dos brasileiros entrevistados, 77% disseram que gostariam de ter controle e flexibilidade para fazer o seu trabalho quando, onde e como quiserem.

Sua empresa já faz parte desse novo cenário, oferecendo uma jornada de trabalho flexível? Caso ainda não, continue lendo esse post para:

  • Entender como a flexibilidade pode aumentar os lucros da sua empresa
  • Conferir 4 passos para implementar uma política de trabalho flexível
  • Conhecer os principais benefícios gerados pelo trabalho flexível

A flexibilidade aumenta os lucros

É sabido que a flexibilidade pode aumentar os lucros de sua empresa, bem como aumentar a produtividade da equipe, reduzir a rotatividade de pessoal e diminuir o absenteísmo, entre outros benefícios.

É o que o Departamento de Negócios, Inovação e Habilidades, no Reino Unido, pôde notar depois de estender os direitos de trabalho flexível a todos os trabalhadores, não apenas aos pais ou aos cuidadores. Segundo o Departamento, o trabalho flexível poderia adicionar à economia do país, ao longo de uma década, £ 475m.

Em se tratado de efeitos de maior alcance, o trabalho flexível pode auxiliar na redução do desemprego e proporcionar um melhor equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, melhorando a saúde dos funcionários.

A adoção dessa medida promove uma mudança na cultura dos locais de trabalho. Ao proporcionar aos funcionários mais liberdade sobre como, quando e quanto tempo eles trabalham, as empresas ajudam seus colaboradores a aumentar a produtividade e os lucros.

Como implementar uma política de trabalho flexível?

O trabalho flexível não se limita apenas a permitir que os funcionários trabalhem de casa – algo que muitas vezes deixa os gestores receosos – e não há necessidade de fazer tudo como a Netflix.

Em sua sede na Califórnia, a empresa de transmissão de mídia decidiu parar de monitorar o horário de trabalho e as férias. Os empregados são, em vez disso, avaliados pelo que eles de fato entregam. Por mais extremo que possa parecer, o acordo certamente não causou dano à empresa de bilhões de dólares.

Netflix a parte, há muitas maneiras de oferecer  flexibilidade à sua equipe:

  1. Você pode, por exemplo, permitir que seus colaboradores cumpram metade do horário de trabalho em casa e a outra metade no local de trabalho;
  2. Também pode oferecer trabalho colaborativo (part time job), dividindo a responsabilidade de um único cargo em dois, o que evita a sobrecarga dos funcionários e promove o trabalho em equipe;
  3. Outra alternativa é a semana de trabalho comprimida – onde uma semana padrão de 40 horas pode ser trabalhada em um período mais curto, por exemplo, trabalhando-se turnos de 10 horas em quatro dias.

Os benefícios de adotar uma jornada flexível

A popularidade do trabalho flexível está aumentando não apenas entre as grandes empresas com muitos recursos, mas entre todos os tipos de negócio. Cada vez mais os empregadores têm reconhecido que um pouco de flexibilidade pode ser uma mudança de cenário, tanto para as empresas como para os colaboradores.

A flexibilidade pode ser uma estratégia muito eficaz para atrair talentos – além de contribuir com a sua reputação da empresa, posicionando-a como um negócio visionário.

No entanto, colocar isso em prática é outra questão. Muitas vezes, os empregadores criticam a pressão extra sobre o RH e as dificuldades encontradas para gerenciar uma força de trabalho flexível. Mas certamente vale a pena considerar suas opções como empregador, sabendo que pode te trazer benefícios como:

  • Recrutamento e retenção de talentos;
  • Reduz o absenteísmo – por exemplo, se você deixa os funcionários trabalharem em casa, eles são menos propensos a faltar no trabalho quando se sentem um pouco indispostos;
  • Cria equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal – que é cada vez mais exigido pelos trabalhadores e contribui para uma força de trabalho mais feliz;
  • Aumenta o engajamento – com os funcionários sendo mais produtivos e mais receptivos e leais à empresa.
  • Permite que as empresas ampliem os horários de atendimento aos clientes.

Além disso, para pequenas e médias empresas talvez o maior benefício seja a oportunidade de economizar dinheiro com o espaço de escritório, pois quando a equipe trabalha em casa, não há necessidade de se ter uma mesa fixa para todos.

Resumindo, a adoção de um trabalho flexível pode ser benéfica tanto para sua empresa quanto para seus colaboradores. Adicionar essa prática ao seu programa de qualidade de vida  pode ser a chave para gerar uma mudança no ambiente da sua empresa.

Assim, da próxima vez em que um colaborador perguntar sobre horários flexíveis, não tenha medo de iniciar uma negociação! E para conferir outras dicas de como manter uma força de trabalho mais feliz e saudável, baixe nosso e-book:

ebook_programas_de_qualidade_de_vida

(Visited 144 times, 1 visits today)

Comments

comments

This post is also available in: América Latina (MX, CL, AR) Deutschland España France Italia Nederland United Kingdom United States