Durante os períodos de instabilidade econômica, o RH das empresas é um dos primeiras setores a serem afetados. Em um momento delicado, com demissões e otimizações nos processos de trabalho, o gerenciamento de pessoas surge como ferramenta importante para reverter a situação.

Para manter a situação sob controle e continuar motivando seus profissionais para que contribuam com a empresa mesmo em uma crise, nesse post mostraremos os principais desafios que os departamentos de Recursos Humanos enfrentam. Confira:

Promover uma gestão humanizada

O primeiro desafio das áreas de Recursos Humanos é mudar o foco de sua atuação e promover uma gestão humanizada. Isso significa dizer que, atualmente, o foco estratégico do departamento deve levar em consideração o relacionamento que mantém com os colaboradores, sendo agente fundamental de motivação e satisfação dos empregados.

O salário deixou de ser um dos itens principais para a atração e retenção de talentos na empresa. Hoje os colaboradores valorizam as boas relações profissionais, a qualidade de vida no trabalho, os investimentos em cursos e atualizações ofertados pelo empregador, a política de benefícios e o respeito da companhia para com ele.

Outro importante fator é a possibilidade de flexibilização da jornada de trabalho do funcionário, para que ele consiga adequar vida profissional e pessoal, alcançando maior satisfação dentro da empresa.

Diante desse cenário, que mudou as atribuições das áreas de Recursos Humanos e também a mentalidade dos colaboradores sobre satisfação no trabalho, o novo RH conseguirá mobilizar as pessoas para transformação dos processos de trabalho, otimizando custos e contribuindo para que a empresa consiga se estabelecer e se mantenha e competitiva no mercado.

Ter uma boa atuação dos gestores de RH

Para que o departamento de Recursos Humanos faça um bom gerenciamento de pessoas, é necessário que a atuação dos gestores dessa área seja efetiva, garantindo assim o sucesso no enfrentamento dos desafios. Por isso o investimento em capacitação desses profissionais deve ser uma constante na rotina das empresas.

Cabe a eles manter um clima organizacional favorável, de modo que os funcionários sintam-se satisfeitos em trabalhar na organização e motivados a contribuir com a melhoria da produtividade. Além disso, as pessoas são as melhores engrenagens para que a empresa não seja tão impactada diante de cenários desfavoráveis, como uma crise.

É possível investir em capacitações não muito caras e que trazem resultados efetivos. Por meio da internet, esses profissionais podem se atualizar sobre as tendências do gerenciamento de pessoas com foco em resultados, transformando assim os erros em aprendizagem.

Manter uma relação de transparência

Outro desafio muito importante para os departamentos de Recursos Humanos é manter uma relação de transparência e confiança entre empresa e colaboradores. Ao construir essa relação, todos da empresa entendem o que a companhia espera de cada um e podem ajudar em momentos difíceis, como é o caso de uma crise.

A propagação de uma boa cultura organizacional, onde todos entendem missão, visão, valores e objetivos da companhia, é fundamental para que os colaboradores estejam alinhados ao mesmo propósito. Essa divulgação deve ser feita por meio das relações diretas entre colegas e superiores e também pelos canais de comunicação oficiais da empresa, como jornais internos, mural e TV Corporativa.

A transparência na divulgação das informações referentes ao momento pelo qual a empresa passa também é essencial, visto que agindo deste modo os colaboradores estarão mais preparados para enfrentar as mudanças impostas. A omissão de momentos difíceis gera tensão entre os trabalhadores, prejudicando o bom desempenho das funções, além de afetar a imagem da organização diante de outros públicos.

Assumir uma postura de resiliência

Atualmente o conceito de resiliência passou a ser muito utilizado na realidade das empresas. Isso deve-se ao fato de que o cenário de instabilidade política e econômica pode ser como uma venda nos olhos das organizações, que acabam não sabendo direito para qual rumo essas mudanças as levarão.

O significado da palavra resiliência é a capacidade de retorno ao estado original, ou seja, no universo corporativo significa até que ponto as pessoas que compõe a organização conseguem superar uma crise e se adaptar às mudanças impostas por ela, sendo agentes transformadores do meio em que estão inseridos.

Diante disso, o gerenciamento de pessoas precisa que haja uma estruturação de um bom ambiente organizacional na empresa. Um bom exemplo do que os líderes de RH podem fazer é utilizar ferramentas como dinâmicas em grupo, que mostrem as estratégias da companhia e como se adequar às novas necessidades.

Apostar em uma política de benefícios para o gerenciamento de pessoas

Um dos desafios mais comuns enfrentados pelas áreas de RH, quando o assunto é gerenciamento de pessoas, trata-se da implementação de uma política de benefícios compatível com os anseios dos colaboradores. Essa política é determinante para a retenção de talentos estratégicos para a organização.

O salário compatível com o mercado é importante, porém os profissionais buscam cada vez mais benefícios que contribuam para a qualidade de vida no trabalho e que permitam equilibrar vida pessoal e profissional. Além disso, em períodos de crise, é muito difícil aumentar a remuneração e os benefícios surgem como ótima alternativa.

Uma das opções que pode ser usada pelas empresas são as academias que oferecem planos empresariais voltados ao fortalecimento da inteligência estratégica. Elas possuem diversas opções de aulas para os colaboradores e planos que encaixam com a sua necessidade. Isso sem contar na possibilidade de os gestores de Recursos Humanos conseguirem acompanhar os gastos e indicadores de frequência dos trabalhadores, sendo possível até diminuir a sinistralidade de convênios médicos graças ao aumento do número de pessoas que praticam atividades físicas.

Inovar é a chave do sucesso

O último desafio que as empresas que passam por algum estado de crise precisam enfrentar relaciona-se com a inovação dos processos e procedimentos de trabalho. As organizações que saem a frente desse processo de adaptação são aquelas que conseguem mudar o seu jeito de ser a agir para acompanhar as tendências do mercado.

O gerenciamento de pessoas é a chave para o sucesso das áreas de RH. Quando bem realizado, consegue conquistar credibilidade perante superiores e colaboradores de toda a empresa, aumentando sua posição estratégica e garantindo bons frutos para a organização.

E aí, gostou do post? Como a sua empresa faz esse gerenciamento? Compartilhe suas dicas e opiniões nos comentários!


ebook_desvendando_a_retencao_de_talentos

reduzir_custos_comsaude_sinistralidade_absenteismo

(Visited 545 times, 2 visits today)

Comments

comments

This post is also available in: Italia